-
05/02/2020 às 16h58

Músico força retorno de avião ao gritar que tem coronavírus

Mundo
Músico força retorno de avião ao gritar que tem coronavírus

Músico disse que a atitude renderia “boa publicidade” ao “viralizar no Instagram”.

 

O músico James Potok, de 28 anos, gritou a bordo de um avião da companhia aérea WestJet, que estava infectado com o novo coronavírus.


O voo seguia da cidade canadense de Toronto para Kingston, na Jamaica, quando Potok levantou-se da poltrona e declarou:


“Posso pedir a atenção de todos, por favor. Acabei de voltar da província de Hunan, a capital do coronavírus. Não estou me sentindo muito bem. Obrigado.”


Imediatamente, o protocolo de segurança foi acionado, forçando o comandante a conduzir a aeronave de volta ao Canadá.


De acordo com reportagem do jornal Metro, o músico disse ter acreditado que a “brincadeira” renderia “boa publicidade” ao “viralizar no Instagram”.


Potok ainda demonstrou desconhecimento sobre a epidemia de coronavírus — que já matou pelo menos 490 pessoas nas últimas semanas — ao trocar o nome de Wuhan por Hunan.