-
29/04/2021 às 08h52

NOVAS VACINAS: Mauro vai ao STF pedir liberação da Sputnik V e deputado pede Pfizer em cidades do interior com freezers

Cidade e Cotidiano
NOVAS VACINAS:  Mauro vai ao STF pedir liberação da Sputnik V e deputado pede Pfizer em cidades do interior com freezers
Reprodução

O presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), deputado estadual Dr. João (MDB), afirmou após reunião com o governador Mauro Mendes (DEM) que o gestor irá, junto a outros estados, levar a questão da liberação da Sputnik V ao Supremo Tribunal Federal. Para o parlamentar, a Anvisa age de forma “muito lenta”.


“O governo do Estado vai continuar solicitando da Anvisa a liberação e vai também junto com os outros governadores no STF para liberar as vacinas pra gente”, declarou o deputado na tarde desta quarta-feira (28). Segundo Dr. João, Mauro não deixará de lutar pelas doses da Sputnik. “Hora que conseguir liberar 1,2 milhão doses para nós, nós quase que resolvemos o problema do estado”.


Além disso, Dr. João disse que também discutiu o envio de doses da Pfizer também para cidades do interior que tenham os freezers especiais. “O Ministério da Saúde pede para ser distribuído só nas capitais, mas já fizemos o levantamento e tem várias cidades do interior que tem aquela geladeira específica e pode, não só na capital, cidades pólo do interior também pode receber a vacina da Pfizer”, garantiu.


A importação da vacina russa Sputnik V, contra a Covid-19, não foi liberada pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa). O órgão alegou inconsistências e falta de documentação para que o imunizante pudesse ser usado no Brasil. “O que eu percebo, acho que a Anivsa está meio lenta, porque se for analisar, mais de 50 países do mundo estão usando essa vacina, então acho que tem condição de usar”, argumentou Dr. João.


Já as doses da Pfizer devem chegar ao Brasil nesta quinta-feira (29) e a distribuição para os estados deve começar logo em seguida. Ela já foi aprovada pela Anvisa, e o grande impeditivo de seu uso está na necessidade de armazenamento a -70ºC, o que faz com que seja necessário um freezer especial.