-
13/10/2017 às 12h21

Onze anos após a Literamérica, Cuiabá sedia festa estadual, a LiteraMato saiba

Cidade e Cotidiano
Onze anos após a Literamérica, Cuiabá sedia festa estadual, a LiteraMato saiba
Imagem Literamato / reprodução
Depois de onze anos sem uma feira literária (a última foi a Literamérica, em 2006), Cuiabá irá tratar a literatura como prioridade. Pelo menos entre os dias 19 e 22 de outubro, ocasião em que ocorre a primeira edição da Festa de Literatura de Mato Grosso (LiteraMato), no Centro de Eventos do Pantanal.

A proposta, assumem a Secretaria de Estado de Cultura (SEC) e a Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Seduc), é bastante ousada: despertar o poder das letras em todas as suas manifestações, formar leitores e estimular o consumo de livros e cultura no Estado.

Para isso, se utilizará de outras vertentes de expressão artística, como artes plásticas, digitais, música, teatro e cinema. Na ocasião também será feita a entrega dos certificados e troféus aos ganhadores do 2º Prêmio Mato Grosso de Literatura (realizado ano passado) e lançado o 3º Prêmio Mato Grosso de Literatura. 

Será também ótima ocasião para atualizar o povo de Mato Grosso sobre a quantas anda a produção literária local, pois além dos laureados pela polêmica edição do 2º Prêmio Mato Grosso (idas e vindas, mudanças de prazo e pareceristas, recursos na justiça, reclamação de alguns autores e definição final só neste ano de 2017, apesar do edital ser relativo a 2016), estarão por lá autores de renome nacional, cuiabanos e ou mato-grossenses cuja obra literária extrapola as fronteiras estaduais, como Matheus Guménin Barreto, cujo livro mais recente, A Máquina de Carregar Nadas, acabou de ser lançado pela 7Letras, editora do Rio de Janeiro conhecida no meio literário por revelar nomes importantes no cenário da literatura brasileira contemporânea, como Carlito Azevedo, Marcos Siscar, Eduardo Sterzi, Marília Garcia, Leda Cartum e Lucinda Nogueira Persona, entre outros.

"Preciso cair no clichê e dizer que a importância de um evento como LiteraMato é grande. Mas o faço com conhecimento de causa: um evento dessas proporções, que convida nomes como Luiz Ruffato e os alia a gente nossa (como Lucinda Nogueira Persona, Marilia Beatriz Figueiredo Leite e Luciene Carvalho) é algo a se comemorar. Para se comemorar quando se é um autor consagrado -- e que passaria então alguns dias com outros igualmente reconhecidos --, quando se é um autor estreante -- e que entraria em contato com gente que já trilha há muito o caminho do ofício -- e quando se é leitor -- que ficaria a par do que se produziu e produz na literatura brasileira contemporânea. Todos ganham com um evento desse porte, e é bonito saber que agora não se precisa mais ir ao Rio de Janeiro, a São Paulo ou a Pernambuco para participar de um encontro bonito desses", assevera Guménin Barreto.

Com programação gratuita, espera-se a participação ampla e aberta de toda a sociedade, já que todos os dias estão previstas prosas literárias com escritores nacionais como Luiz Ruffato, Sheyla Smanioto, Fabio Fernandes, Wanda Gomes, Ilan Brendan e Stella Maris, além do grafiteiro Eduardo Kobra e palestra magna com o escritor angolano José Eduardo Agualusa.

Também participam outros escritores mato-grossenses como Eduardo Mahon, Ivens Scaff, Santiago Santos, Odair de Moraes, Lucinda Persona e Marta Cocco, entre vários outros.

Visitantes da Literamato poderão participar, ainda, de lançamentos de livros, como o romance Assassinato Na Casa Barão, de Marcelo Leite Ferraz (um dos vencedores do 2º Prêmio Mato Grosso de Literatura), e bate-papo com autores, oficinas diversas, exibic?a?o de curtas e bate-papo com roteiristas, livraria, pavilhão de exposições com galeria de arte, atividades interativas e digitais.

O evento contará também com sala sensorial inclusiva, espaço criança, com atividades lúdicas e contação de histórias, espaço descanso, espaço leitura, ilustração e grafite, batalha de rap, espetáculos de teatro, intervenções cênicas, praça de alimentação e shows musicais com Geraldo Espíndola, Caio Mattoso, Paulo Monarco, Dani Black e 5aSeco no palco externo.

Também estará lá no Centro de Eventos o Caminhão da Língua Portuguesa, uma ação em apoio à recuperação do Museu da Língua Portuguesa, de São Paulo, que teve seu acervo destruído após um incêndio em 2015. Por meio de diferentes atividades interativas, o caminhão é um passeio que permite aos visitantes conhecer mais sobre os países que falam língua portuguesa, as peculiaridades e diferenças do português falado no Brasil e Portugal e curiosidades sobre expressões comuns do quinto mais falado idioma do mundo.

Para participar das prosas literárias e oficinas, os interessados devem se inscrever gratuitamente pelo site da Literamato.

Professores e estudantes terão uma programação especial voltada para eles. Todos os dias serão oferecidas prosas literárias, como A Importância da Literatura Para a Crítica Social, com o escritor brasileiro Paulo Lins, que ganhou fama com a publicação do livro Cidade de Deus (1997), sobre a vida nas favelas do Rio de Janeiro. Mediador: jornalista Lorenzo Falcão.

Outro colóquio será Formando Leitores na Escola e em Casa -- Caminhos Para Aproximar Crianças e Jovens dos Livros, com Ilan Brendan, considerado um dos mais importantes escritores de livros infantis do Brasil. Mediadora: professora Icléia Lima Gomes.

Escritores também vão se envolver na roda de conversa Por Uma Literatura de Ficção Científica e Fantasia, com o doutor em Comunicação Semiótica Fábio Fernandes, pesquisador de ciberespaço e ficção científica, e o escritor Eduardo Mahon. Mediador: Santiago Santos.

Também merecem destaque Literatura e Acessibilidade. Como Leem as Crianças com Deficiência, com Wanda Gomes, especialista em design para inclusão de pessoas com deficiência; Literatura nas Escolas, com os escritores mato-grossenses Luiz Renato, Odair Moraes e Aclyse de Matos, que será mediado por Marly Silva de Almeida Pereira; e Identidade e Escrita do Autor Indígena, com o escritor indígena Cristino Wapixana, indicado este ano para o Prêmio Jabuti, principal disputa literária do Brasil, com a obra infantil A Boca da Noite e o escritor indígena mato-grossense Marcelo Manhuari, a ser mediado por Darlene Taukane.

Conheça algumas das rodas de conversa

Dramaturgia Contemporânea, com a cineasta, artista visual, crítica, escritora e professora universitária de Mato Grosso, Maria Thereza Azevedo. Mediadora: Juliana Capile?.

Literatura de Vanguarda em Mato Grosso, com as professoras mato-grossenses Cristina Campos e Olga Mendes. Mediador: Lorenzo Falca?o.

A Literatura Brasileira e o Livro Hoje, com os escritores Luiz Ruffato, Stella Maris Rezende e Marta Cocco. Mediador: Lorenzo Falcão.

A Cabeça dos Novos Autores, com os jovens escritores Marcelo Maluf, Sheyla Smaniotto, Lucas Rodrigues e Santiago Santos. Mediador: Lorenzo Falca?o.

Cinema e Literatura. A importância do Roteiro para o Audiovisual, com o roteirista Ricardo Tiezzi. Medidadora: Samantha Col Debella.

Plástica e Literatura. Um Passeio da Literatura no Campo das Artes Plásticas, com a crítica de arte Aline Figueiredo. Mediador: Willian Gama.

Poe?ticas Contempora?nea, com os escritores mato-grossenses Marli Walker, Luciene Carvalho, Ivens Scaff e Lucinda Persona. Mediador: Matheus Guménin Barreto.

A Dramartugia Mato-grossense, com a atriz Juliana Capile?, Anderson Lana e Marilia Beatriz. Mediadora: Tatiana Horevich.

A Arte de Ler a Rua. Espac?os Urbanos e Literatura, com o grafiteiro e muralista Eduardo Kobra. Mediador: Matheus Guménin Barreto.

Oficinas

Todos os dias serão terão oficinas de literatura, música, cinema e teatro, como, Laborato?rio de Worldbuilding. Construc?a?o de Cena?rio para Ficc?a?o Cienti?fica”, com Fa?bio Fernandes (São Paulo), Laborato?rio de Escrita Criativa, com Luiz Renato (Mato Grosso), Poe?tica Musical, com Magno Mello (São Paulo), A Criac?a?o da Letra na Canc?a?o, com Sandro Dornelles (São Paulo), Oficina de Roteiro: Como Comec?ar a Escrever para Cinema, TV e Internet, com Patri?cia Oriolo (São Paulo), Do Livro ao Palco: Dramaturgia na Sala de Aula, com Juliana Capile? (Mato Grosso).

Mais informações (como datas e horários), inscrições e programação completa no site do evento. (Com Assessoria)