-
20/01/2021 às 12h02

Oswaldo Eustáquio denuncia agressão de policial e pede socorro em carta

Brasil
Oswaldo Eustáquio denuncia agressão de policial e pede socorro em carta

O jornalista investigativo Oswaldo Eustáquio, que está preso sem acusação formal desde 21 de dezembro de 2020, denunciou a agressão de policial e pede socorro em carta endereçada ao Jornal da Cidade Online, publicada nesta terça-feira (19). Ele está internado no Hospital Regional de Paranoá, em Brasília, onde está em tratamento das sequelas de queda sofrida no Complexo Penitenciário da Papuda, onde estava preso.


Na carta, ele relata que policiais afirmam acreditar em trama envolvendo um plano de resgate do jornalista. O jornalista pediu que os policiais relatassem isso a superiores, já que poderia ser uma emboscada. Eustáquio conta que um dos carcereiros é esquerdista declarado.


Eustáquio começou a ser perseguido por autoridades políticas brasileiras após uma live com o ex-deputado Roberto Jefferson, na qual denunciava um plano para derrubar o presidente Jair Bolsonaro, envolvendo a cúpula do Legislativo, Rodrigo Maia, e do STF.