-
27/05/2021 às 09h08

PACIENTE VEIO DO PARÁ: Saúde de Rondonópolis suspeita de variante indiana na cidade

Cidade e Cotidiano
PACIENTE VEIO DO PARÁ: Saúde de Rondonópolis suspeita de variante indiana na cidade
Arquivo/MidiaNews

A Secretaria de Saúde de Rondonópolis (a 214 km de Cuiabá) aguarda a confirmação dos exames de um caso supeito de contaminação da variante indiana da Covid. Um caminhoneiro que saiu do Pará (PA) e passou por diversos estados da região Norte foi internado no Município. 


Ao MidiaNews, o secretário municipal de Saúde, Vinicíus Amoroso, afirmou que a equipe médica ainda aguarda resultado de exame para confirmação. 


"Nossa equipe médica passou essa informação ontem [quarta (26)], no final da tarde. Trouxeram com muita preocupação, até porque não se tem ainda noção exata de como lidar com essa nova variante", explicou. 


O caminhoneiro, que não teve a identidade revelada, está em isolamento na UTI do Hospital Regional em estado grave. 


O resultado do exame deve demorar, já que em Mato Grosso não há laboratório capazes de fazer a indentificação da linhagem.


A médica intensivista da unidade, Daniele Marques, no entanto, ressaltou que o procedimento de suspeita de contaminação por outras variantes é praxe com pacientes em trânsito. 


Ela afirmou que ainda é cedo para se falar em variante indiana e que esse tipo de informação pode causar pânico entre os moradores. 


"O que precisamos agora é que as pessoas fiquem em casa, porque está muito difícil trabalhar. Desde semana passada vimos um aumento exponencial na ocupação das UTIs. Agora não temos mais leitos disponíveis e isso não é por conta da variante indiana", alertou. 


Daniele explicou que a maior parte dos pacientes internados na Santa Casa de Rondonópolis tem menos de 60 anos. 


"De 20 pacientes na Santa Casa, apenas dois têm mais de 60 anos, porque essa população já está vacinada. Sabemos que existe o risco de pegarem, mas é menor. Temos jovens com idade entre 23 a 28 anos", disse.