-
18/01/2019 às 16h49

Pezão vira réu em processo da Lava Jato do Rio

Justiça
Pezão vira réu em processo da Lava Jato do Rio
Foto: Francisco de Assis/TV Globo

O ex-governador do Rio de Janeiro Luiz Fernando Pezão agora é réu em processo referente a desdobramento da Operação Lava Jato no estado. Ele foi preso em dezembro, na operação Boca de Lobo, da Polícia Federal.


O juiz Marcelo Bretas, titular da 7ª Vara Criminal Federal, aceitou nesta sexta-feira (18) denúncia contra o ex-governador que havia sido feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).


A denúncia apresentada pela PGR ao STJ "desceu" para a 1ª instância da Justiça Federal no Rio porque Pezão perdeu o foro privilegiado. Com isso, Ministério Público Federal no Rio ratificou a denúncia da Procuradoria e Bretas, ao receber o documento, aceitou a denúncia.


Além de Pezão, passaram à condição de réus outras 14 pessoas, incluindo o antecessor de Pezão, Sérgio Cabral, o ex-secretário de Governo Affonso Henrique Monnerat, e José Iran Peixoto, de Obras, todos presos :


Sérgio Cabral (preso)

Affonso Henrique Monnerat (preso)

José Iran Peixoto (preso)

Luiz Carlos Bezerra

Sergio Castro de Oliveira

José Carlos Lavouras

Luiz Carlos Vital Barroso (Luizinho) (preso)

Marcelo Santos Amorim (Marcelinho) (preso)

Cesar Augusto Craveiro de Amorim (preso)

Luiz Fernando Craveiro de Amorim (preso)

Claudio Fernandes Vidal (preso)

Luiz Alberto Gomes Gonçalves (preso)

Julio Walter Sanabio Freesz

Tony Lobianco Mahet (preso)