-
18/12/2019 às 16h15

Polícia investiga espancamento de youtuber no Rio de Janeiro

Brasil
Polícia investiga espancamento de youtuber no Rio de Janeiro
Reprodução Internet

A polícia abriu investigação sobre o caso de agressão contra youtuber lésbica em um quiosque em praia do Rio.


A agressão contra a youtuber Karol Eller, amiga da família do presidente da República, Jair Bolsonaro, aconteceu em um quiosque na praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. 


O caso foi registrado na 16ª DP (Barra da Tijuca) como lesão corporal e injúria por preconceito.


Eller contou aos policiais que estava com a namorada, quando foi espancada por dois homens. A polícia apura se o caso pode ser enquadrado como homofobia.


A namorada de Eller, que é policial civil, disse que um dos homens começou a fazer provocações e depois passou a agredir a youtuber com empurrões e socos.


A versão dos dois suspeitos, que negam as acusações, é bem diferente. Eles dizem que Karol estava com uma arma na cintura, usou drogas no banheiro e apresentava sinais de alteração.


A polícia já requisitou os exames de corpo de delito e vai em busca de imagens das câmeras instaladas perto do quiosque para tentar esclarecer este caso.