-
12/05/2020 às 09h58

Pré-candidato a prefeito em Cáceres cobrará entrega da obra da escola técnica estadual

Política
Pré-candidato a prefeito em Cáceres cobrará entrega da obra da escola técnica estadual

Em uma reunião virtual por videoconferência, nesta segunda-feira(11), o pré-candidato a prefeito Engenheiro Nakamoto (PRTB) disse que cobrará do deputado estadual Silvio Fávero (sem partido)  e do Secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secitec), Nilton Borgato a definição sobre a entrega e funcionamento da Escola Técnica Estadual em Cáceres.

"Não podemos esperar mais! Não existe aglomeração no canteiro de obras, todos os operários trabalham com epi's, a construção civil é uma atividade essencial; e essa é uma importante unidade de qualificação tem que ser colocado para funcionar o mais rápido possível. Cáceres precisa disso!", destacou o Engenheiro Nakamoto.

A videoconferência reuniu empresários, formadores de opiniões, servidores públicos, profissionais liberais e apoiadores, e serviu para debater ações de desenvolvimento para Cáceres.

A Escola Técnica Estadual tem investimentos de recurso do Governo Federal, do Ministério da Educação (MEC), tocada pelo governo do estado. Possui 5.560 metros quadrados, com dois pavimentos, laboratórios profissionalizantes, salas de aula, auditório, biblioteca, teatro arena, refeitório, área de convivência, ginásio poliesportivo coberto, área administrativa e estacionamento. Irá oferecer vários cursos profissionalizantes para a população de Cáceres e da região. A previsão é que seja oferecido cursos para uma média anual de 2 mil novos profissionais qualificados, sendo disponibilizados para o mercado de trabalho. 

"Além da formação de profissionais capacitados para desempenhar funções específicas, a escola promoverá uma geração de renda em tudo que está em torno dela e ligado a ela, o que poderá ajudar na economia pós-crise devido a pandemia do Covid-19. O convênio, para construção dessa escola, foi firmado em 2008 e estamos em 2020. Precisamos que essa obra seja entregue esse ano!", finalizou o Engenheiro Nakamoto.