-
05/09/2018 às 11h11

PSDB culpa militares por crise na Venezuela

Política
PSDB culpa militares por crise na Venezuela
Reprodução Terça Livre

Em vídeo divulgado pelo perfil oficial do partido no Twitter nesta terça-feira (4), os tucanos tentaram conectar a irremediável crise na Venezuela aos militares, em mais uma tentativa de atacar Jair Bolsonaro (PSL).


De acordo com o vídeo, o militar Hugo Chávez foi eleito presidente da Venezuela para “pôr ordem no país, em meio à maior crise de sua história”, mas acabou piorando a situação.


"A Venezuela elegeu um militar e deu no que deu: inflação de 1.000.000% por ano, aumento da pobreza e mais de 1 milhão de venezuelanos fugindo do país. Vamos deixar dar ruim no Brasil?"


— PSDB (@Rede45) September 4, 2018


“Votar em alguém só porque é militar deu ruim na Venezuela”, diz o vídeo para então mostrar uma foto de Jair Bolsonaro (PSL).


Para a campanha de Geraldo Alckmin, os principais culpados pelo colapso do país sul-americano foram os militares. Em nenhum momento a produção apontou os malefícios causados pela agenda socialista imposta por Chávez e, posteriormente, por Nicolás Maduro.


Até o próprio ditador da Venezuela já admitiu que as suas políticas socialistas foram responsáveis por gerar a dramática situação que vive o povo venezuelano.


“Os modelos produtivos que até agora temos testado fracassaram, e a responsabilidade é nossa, é minha, é sua”, afirmou Maduro no congresso do Partido Socialista Unido da Venezuela, no dia 30 de julho.


O candidato do PSL ao Planalto, Jair Bolsonaro, rebateu o vídeo divulgado pelo PSDB em um postagem na sua conta oficial no Twitter.


Fonte: Tarciso Morais – Renova Mídia