-
07/09/2020 às 08h39

STJ converte prisão de pastor Everaldo para preventiva

Justiça
STJ converte prisão de pastor Everaldo para preventiva
Divulgação

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Benedito Gonçalves, decidiu, na última sexta-feira (4), converter a prisão do presidente do PSC, pastor Everaldo, de temporária para preventiva.


A determinação do ministro atende a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR).


Pastor Everaldo é apontado pela PGR como um dos líderes dos três grupos instalados no governo do Rio de Janeiro para desvio de recursos e contratações irregulares.


O pastor foi preso no âmbito da mesma operação que afastou Wilson Witzel (PSC) do Palácio Guanabara.


Segundo as investigações, Pastor Everaldo é suspeito de liderar “um dos grupos criminosos” que atuavam no Executivo e no Legislativo do Rio. Esse grupo, de acordo com o Ministério Público, cobrava propina para direcionar contratos em várias áreas da administração pública, destaca o portal R7.