-
30/07/2019 às 10h31

Telegram adota mudanças após ataques hacker no Brasil

Brasil
Telegram adota mudanças após ataques hacker no Brasil
Reprodução Internet

“Só permitimos o recebimento de códigos por chamada se você tiver ativado a verificação em duas etapas”, afirmou o Telegram.


O Telegram tomou algumas medidas de segurança para evitar que outras pessoas consigam entrar na sua conta através do Telegram Web após o ataque cibernético que terminou com a invasão do celular de centenas de autoridades brasileiras.


Agora, o código de login continua sendo enviado para o aplicativo no celular, mas se você não tiver ativado a autenticação por dois fatores, precisará esperar 60 minutos para solicitá-lo via SMS, e não poderá recebê-lo por ligação.


De acordo com a Polícia Federal, os acusados de invadir a conta do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, usaram VoIP para simular o número dele e obter esse código.


A mudança foi anunciada na conta oficial do Telegram no Twitter:


“Não se preocupe se as operadoras de telefonia demorarem muito para consertar as vulnerabilidades no sistema de caixa postal delas – agora, só permitimos o recebimento de códigos por chamada se você tiver ativado a verificação em duas etapas.”


Antes o Telegram permitia enviar o código via SMS para qualquer pessoa em apenas 2 minutos. Agora, isso só ocorre caso a autenticação de dois fatores esteja ativa; senão, o tempo de espera é de 60 minutos, informa o site TecnoBlog.