-
13/11/2018 às 12h22

URGENTE: Advogada do PCC é assassinada no Paraguai

Mundo
URGENTE: Advogada do PCC é assassinada no Paraguai
Reprodução Terça Livre

A advogada Laura Casuso, 54 anos, que defende os narcotraficantes brasileiros Jarvis Chimenes Pavão e Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, mais conhecido como “Marcelo Piloto”, foi baleada várias vezes na noite desta segunda-feira (12) durante atentado ocorrido na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, que faz fronteira com Ponta Porã (MS).


Agentes da 1ª Delegacia de Polícia de Pedro Juan Caballero confirmaram que a conhecida advogada Laura Casuso foi ferida por vários tiros quando estava no Bairro Maria Vitória. Ela foi levada ainda com vida para o Hospital Regional da cidade depois do atentado.




De acordo com os primeiros dados, pistoleiros abriram fogo contra Laura Casuso de uma picape Hilux Toyota quando ela saiu de casa e se preparava para entrar em seu veículo.


Na cena do ataque, foram encontradas 18 cápsulas de projétil calibre 9 mm, de acordo com informações do comissário Teófilo Giménez, chefe de segurança da cidade. Até agora, não se sabe quantos tiros a advogada recebeu.


A vitima, conforme a Polícia, se preparava para sair do bairro onde estava de visita a bordo de um veículo da marca Range Rover, cor preta, blindada, placa AWD-1541, do município de Santana do Paranaíba, no Estado de São Paulo, quando teriam chegado os pistoleiros que realizaram os disparos.


Ela seria mais uma vítima da guerra de facções criminosas brasileiras PCC (Primeiro Comando da Capital) e CV (Comando Vermelho) pelo controle do tráfico de drogas e armas na fronteira.


Agentes da Divisão de Homicídios e da Polícia Técnica, com o apoio da promotora de Justiça Sandra Dias, realizaram os procedimentos de rigor a fim de encontrar evidências que possam identificar os autores do atentado.


Informações: ABC